/ Sinopse
/ voltar
Quarta, 1 Maio a Sábado, 31 Agosto
Outras atividades
Revista A Oficina MAIO-AGOSTO 2019
REVISTA A OFICINA MAIO-AGOSTO 2019 [versão digital]
 
2019, LUZ SOBRE AS PRAÇAS
Os 30 anos d´A Oficina foram ocasião para começarmos a falar, a cada quadrimestre, do que queremos do nosso presente comum. E o primeiro do ano foi um quadrimestre intenso: um fortíssimo mês de janeiro, a mais concorrida edição do GUIdance pós-Capital, um Pensamento Ameríndio muito participado, um Teatro Oficina a revolver os seus arquivos, o Teatro da Memória a fazer-se primeiro corpo e, depois, lugar, na Casa da Memória, um Westway LAB a fazer o seu caminho de experimentação. E novas ações de Mediação Cultural a darem vida e ainda mais mundo ao Museu e etc, etc, etc. 
Foi muito intenso e só seria possível com a força de trabalho que o número 1 desta revista tão bem revelou – n´A Oficina são as equipas quem mais ordena (escrevo nas vésperas do 25 de abril e acho possível a revolução)!
Também os debates foram acesos. Pouco participados (iremos trabalhar mais nisso, de debater abertamente), mas acesos. Ainda bem, porque isso quer dizer que A Oficina não é um projeto indiferente ao seu território, nem a ninguém, que provoca acesas paixões, que está no centro do debate, que esclarece que relação queremos ter, que projeta que futuro significamos. 
Um destes dias, o sol raiava na fachada do CIAJG iluminada de Pensamento Ameríndio e estava uma tarde gloriosa na praça da Plataforma das Artes. Mas noutro dia, de chuva intensa, os novos pendões brancos do Alfabeto Africano do José de Guimarães ainda projetavam luz sobre a praça. Bela metáfora: mesmo em dias desses, mais cinzentos, A Oficina deste futuro quer projetar luz sobre as praças. Abram-se as janelas, todas, luz cá para dentro, luz sobre as praças! 
João Pedro Vaz
2009 © Design Martino&JañaDesign | Programação Webprodz | Optimizado para resoluções superiores a 1280x800